Você já considerou comprar um amigo ou membro da família? Não, né? E por que com seu animal de estimação isso seria diferente? Pra nós do Instituto Mapaa o pet é um membro da família, um amigo, portanto não deve ser comprado. E, além do mais, a gente sabe bem o tanto que os vira-lata (cães e gatos!) são a melhor opção para uma adoção. Além de precisarem muito do seu carinho e atenção, nós encontramos os 7 motivos que mostram que os cachorros sem raça definida são uma opção completa. Você vai se surpreender!
 
 

1. Genética

 

Um pouquinho de biologia! Assim como a gente percebe que os vira-latas são uma mistura de vários cães, os genes deles também são. Isso se chama variabilidade genética, o que os torna mais adaptáveis às dinâmicas e dificuldades que a natureza a sua volta lhes apresenta, sendo mais capazes de sobreviver a doenças e mudanças bruscas do ambiente. No caso dos cães, essa variabilidade os torna geneticamente mais saudáveis e fortes. Capazes de lidar com os desafios e saírem-se sempre vencedores!

 

Cão sem Raça Definida


 

2. Inteligência

 

Um estudo realizado pelo Dr. David Smith, do Departamento de Ciências Animais da Universidade de Aberdeen demonstrou que sim, cachorros mestiços são mais inteligentes do que os de raça. Testes foram apresentados aos cachorros, instigando sua memória e percepção espacial, e 7 entre os 10 melhores cães eram os nossos queridos vira-latas, fazendo com que eles sejam mais indicados até mesmo para serem guias de pessoas com deficiência visual e cães policiais!

 

Branca, a nossa Einstein (:P)


 

3. Saúde

 

Não é mito, animais de raça tem uma tendência maior em adquirir doenças, e o motivo para isso está novamente na genética. Para se manter uma raça, é normal a prática de cruzamentos entre membros próximos da família (irmãos ou filhos), e isso vai aumentando a chance desses animais adquirirem doenças raras com o passar das gerações. Além disso, as cruzas promovidas pelo homem nos animais ao longo da história, sempre querendo selecionar uma característica em detrimento de outra, acabou por modificar demais essas raças, criando muitos problemas para os cães. Basset hounds desenvolvem muitas doenças nos ouvidos, os salsichinhas sofrem muito com a coluna, o buldogue inglês é praticamente incapaz de se reproduzir sozinho, Cockers tem problemas de pele, cataratas, os exemplos são muitos.

 

Filhotinho forte!


 

4. Gratidão

 

Quem tem um vira-lata adotado em casa sabe disso muito bem. A sensação é a de que o cachorro sabe que foi você que o tirou das ruas, direta ou indiretamente, eles sabem que sua vida agora é repleta de amor e carinho, e que antes de você a vida não era assim. Era difícil, passava frio e fome nas ruas, e muito provavelmente maus-tratos. E ele sentirá uma gratidão eterna por você ter salvado ele de tudo isso. Se você tem um vira-lata, olhe pra ele a qualquer hora que você vai perceber. Eles nunca se esquecem!

 

Snoopy!


 

5. Salvar vidas

 

A partir do momento que se adota um cachorro vira-lata, você pode não pensar nisso, mas não está salvando somente a vida do cachorro adotado, que provavelmente sofreu muito em sua vida nas ruas. Os recursos das ONGs e protetores que resgatam animais de rua são limitados, não podemos salvar todos os animais de que recebemos denuncias, por mais que tenhamos vontade. Quando você adota um cãozinho ou um gato, abre espaço para que mais um animal abandonado possa ser resgatado.

 

Tirá-los das ruas é a nossa missão!


 

6. Companheirismo

 

Um vira-lata resgatado, via de regra, passou boa parte da sua vida sozinho, perambulando pelas ruas em busca de comida e abrigo. Cães são, por natureza, animais sociais, companheiros. Ter um dono em sua vida, depois de tanto tempo, deve ser uma alegria única. Esse vira-lata será seu amigo a vida inteira. O vira-lata quer sempre retribuir seu ato de adoção.

 

Parceria 24h por dia


 

7. Tornar-se o exemplo

 

Ter um cachorro vira-lata resgatado mostra que você se importa com a situação de abandono dos cachorros de rua, com o sofrimento deles. Mostra que você não se apega a padrões, e que sabe respeitar as diferenças. Mostra que você não compactua com criadouros de animais, lugares que promovem a reprodução de cachorros de raça em quantidades quase industriais, visando a venda e o lucro, muitas vezes desrespeitando a sua própria natureza. Apoiar a adoção de vira-latas é ser um exemplo!

 

Sra. Altair