Recebemos diariamente inúmeros pedidos de resgate pet e, por esse motivo, hoje vamos falar sobre como agir caso você encontre um animal abandonado.

O primeiro e mais importante passo é não deixá-lo desamparado. Não há órgãos específicos que recolham animais das ruas e fica literalmente na mão da sociedade e de ONGs como a Mapaa lidar com os animais abandonados de maneira cruel nas ruas.

No momento da aproximação, caso o animal esteja arisco, afinal, não sabemos os traumas que ele já sofreu, uma técnica bem bacana é oferecer comida, já que a maioria deles estará faminta. Desta forma, as chances do animal ir até você serão maiores. Além disso, nessas horas, ter paciência é primordial.

Com o animal já recolhido, se possível, o encaminhe ao veterinário para garantir que sua saúde esteja bem. Caso não seja possível pagar pela consulta, verifique se há um hospital veterinário público próximo ao local da sua residência. Tudo estando ok, é hora de decidir o futuro deste pet…

A primeira e ideal opção será o animal fazer parte da sua família. Afinal, ele já deve ter criado um vínculo com você e vice-versa. Caso não seja possível, coloque o animal para adoção. Primeiro, tente pessoas do seu convívio, como amigos e familiares. Se ninguém puder ficar com ele, cole cartazes em pet shops e cadastre o em sites confiáveis para a sua adoção.

E não se esqueça: antes de entregá-lo ao novo dono, verifique se o mesmo realmente terá condições de cuidar, proteger e oferecer amor ao animal até o fim de sua vida. Desta forma, você garante que o pet não correrá o risco de voltar para as ruas e sofrer novamente as tristes consequências do abandono.

Sua ajuda é fundamental para, cada vez mais, termos menos animais abandonados nas ruas.