Resgatar animais abandonados é sempre triste. Porém, constatar, resgate após resgate, o quanto o ser humano pode ser cruel, é ainda mais triste. Hoje vamos contar mais uma destas histórias que nos deixam incrédulos, confira a seguir.

Enquanto abastecia seu carro, a denunciante percebeu um senhor deixando um saco preto em uma lixeira de condomínio de modo atípico. O saco parecia ter movimento e, logo após a partida do homem, a mesma decidiu verificar seu conteúdo. Para sua triste surpresa, havia dentro um felino macho, bastante apático e dócil. Imediatamente ela o acolheu e buscou auxílio do Mapaa.

Ao chegar ao centro veterinário, foi possível observar lesões graves e com muito mau cheiro em sua patinha traseira direita, situação típica de infecção cutânea em estágio avançado. Lesões na região da orelha também foram observadas. Além disso, o animal encontrava-se bastante sujo, com presença de pulgas e carrapatos.

A veterinária nos informou que o inchaço na articulação da patinha poderia ser devido a uma fratura antiga mal cicatrizada ou uma formação tumoral. E, o pior, não estava descartada uma possível amputação do membro.

Em todo o período de tratamento, o gatinho, batizado de Floquinho, mesmo diante da dor, mostrou-se dócil do início ao fim. Teve seus ferimentos limpos, foi medicado e internado para acompanhamento.

O tempo passou, Floquinho está recuperado, não precisou amputar sua patinha e ficou sem sequelas. Tem cerca de dois anos, foi castrado, vacinado e vermifugado.

Sabe o que falta para Floquinho ficar 100% bem? Um dono que o respeite, que dê amor e carinho. Você se enquadra neste perfil? Gosta de doar seu amor, seu tempo e seu carinho? Entre em contato conosco e saiba como adotar o Floquinho!